Manthus x Heccus

Muito se fala nos dias de hoje desses dois aparelhos para tratamentos estéticos (vou ficar restrita a estética apesar do que o Heccus vai além, pois possui outras funções a serem utilizadas na área da saúde), porém surgem várias dúvidas a respeito das diferenças existentes entre eles. Mesmo utilizando o Heccus serei imparcial nas informações que passarei aqui para vocês.

Tanto o Manthus quanto o Heccus, são equipamentos computadorizados de alta tecnologia e precisão na realização dos tratamentos aos quais eles se propõem, ambos são geradores de Ultra-Som de alta potência associados a uma corrente elétrica, eles possuem cabeçotes maiores que os cabeçotes dos Ultra-Sons comuns o que permite abranger regiões maiores atingindo assim uma resposta mais rápida.

[quote]O Heccus possui potência do Ultra Som de 54 Watts associado a corrente Aussie (Corrente Australiana) o Manthus que tem uma potência um pouco mais baixa de 45 Watts e está associado a uma corrente polarizada estereodinâmica.[/quote]

Os efeitos fisiológicos são vários e são produzidos pelas ondas ultra sônicas, pela corrente elétrica e pela temperatura, possibilitando diminuição da celulite, da gordura localizada, e melhorando a flacidez, muito utilizadas em pré e pós operatórios entre outros, o Heccus, porém possui uma maior diversidade de protocolos de atendimento em relação ao Manthus. Ambos realizam a famosa Hidrolipoclasia (técnica de lipoaspiração).

Os dois são ótimos equipamentos para realização de tratamentos estéticos, o que levará a uma diferença notável nos resultados será a avaliação e aplicação correta do tratamento certo para a queixa de cada paciente. Após avaliação, o profissional que deve ser treinado e qualificado para manusear o equipamento irá eleger o programa mais indicado, no Heccus existe a possibilidade do profissional montar protocolos particulares de tratamento indo de acordo com as necessidades específicas de cada uma.

As sessões são individuais, utiliza-se gel de condução na área a ser tratada podendo associar a este gel fórmulas específicas para combater a celulite e a gordura localizada, o cabeçote do aparelho é deslizado sobre a área a ser tratada por um tempo específico que é dependente do tamanho da área e os parâmetros são controlados através de um teclado localizado no cabeçote, ou no caso do Heccus são colocadas placas em locais específicos para passar a corrente elétrica e até agulhas para realizar a eletrolipólise.

O Heccus e o Manthus também possuem contra indicações que são: Lesões ativas na pele (erupções ou feridas), pacientes com neoplasias (câncer), flebites e disfunções da coagulação, obesidade mórbida e doenças não controladas ou descompensadas (diabetes, pressão alta ou cardiopatia). É contra indicado também na gravidez e em pacientes portadores de marcapasso.

Quando houver a utilização de correntes polarizadas existe a contra indicação na existência de metais (parafusos, fios metálicos, DIU) no local ou próximo a região que irá receber o tratamento.

Cuidado pois correntes polarizadas quando não respeitadas suas formas de uso, indicações e contra indicações podem queimar a paciente. Agora é procurar um profissional qualificado, fazer uma avaliação e ver se os tratamentos existentes em algum dos dois aparelhos irão auxiliar você a alcançar o objetivo desejado, seja ele diminuir gordura localizada, celulite ou melhorar a flacidez e ficar cada dia mais linda e de bem consigo mesma.

Sobre Lorena Leão

Editora da Revista RV